SLIDE

11.3.15

Tatuagem | Como funciona a remoção a laser

Se tem uma coisa que eu tenho muita vontade fazer é tatuagem. Acho que nunca contei isso aqui pra vocês, né?! Desde que eu tinha 16 anos tenho essa vontade, já fiz várias de henna na praia e ficava fingindo que elas eram de "verdade". E aí vocês devem estar se perguntando porque até hoje eu ainda não fiz, não é mesmo?! Bem, o primeiro motivo é que meus pais não gostavam e aprovavam devido as escolhas profissionais, segundo porque eu sempre quis ser jornalista e está é uma profissão que exige muito da aparência, nada pode chamar mais atenção do que a notícia. Sim, eu queria ser apresentadora do Jornal Nacional da Rede Globo, igual era a Fátima Bernardes, então nada de tatuagens, principalmente nos braços e nas mãos, os locais que eu queria fazer! Outra questão é que as tatuagens são feitas para guardar momentos especiais, mas eu nunca havia encontrado algo que me representasse pra tatuar no meu corpo e pra finalizar, eu tinha medo de me arrepender e não ter como apagar. Quem tem tatuagem ou tem vontade de fazer também já teve ou tem esse medo?
Os anos passaram, a ideia de ser apresentadora de telejornal também, mas a vontade de ter uma tatuagem nunca passou, então resolvi pesquisar sobre remoção de tatuagem, como funciona o procedimento, se doí muito, se apaga realmente, qual o aparelho recomendado e principalmente, o profissional. Pensando nessa preocupação, que resolvi compartilhar com vocês um pouco do que li e aprendi, dos cuidados que precisamos ter, caso algo dê errado. Sou super preocupada e gosto sempre de pensar no depois. E acreditem, descobri várias coisas legais e que podem ajudar vocês também a enfrentar esse medo.


Há poucos anos, a remoção das tatuagens era um desafio para a medicina, acredito que seja por isso que eu tinha tanto medo de fazer. O método trazia resultados insatisfatórios, não eliminando todas as cores do desenho e trocando a tatuagem por uma cicatriz inestética. Deixavam marcas horríveis! Hoje, com o avanço da medicina é possível eliminar em quase até 100% com o auxilio do laser, método mais moderno e seguro, que clareia a tatuagem um pouco a cada dia, vaporizando a parte mais superficial da pele e absorvendo o pigmento pelo sistema imunológico do paciente.
Esse procedimento de remoção é indicado para as pessoas que desejam remover por completo tatuagens indesejadas coloridas e/ou pretas. Quanto mais finos os traços e menos preenchimento, mais fácil será removê-las. Encontrei algumas fotos na internet de algumas pessoas e artistas que fizeram ou estão fazendo esse procedimento a laser, vejam só:


É recomendado fazer em uma clinica especializada e com laser, é que a pele que não foi tatuada não é atingida pelo tratamento, pois a luz emitida pelo aparelho é atraída seletivamente pelas cores da tatuagem. O intervalo entre as sessões pode ser de no mínimo 1 mês, mas geralmente cerca de 45 a 60 dias, dependendo da cicatrização. No entanto, o tratamento não é mágico e doí um pouquinho. Em alguns casos específicos, não é possível remover toda a tatuagem, pois pigmentos mais profundos persistem deixando uma sombra do que foi tatuado e hiperpigmentação também pode acontecer, deixando a pele mais escura que a pele não tratada.
O preço da remoção de tatuagem vai variar caso a caso, a depender do tamanho da tatuagem, área do corpo onde se encontra, coloração, profundidade e qualidade da tinta. Já me senti até mais animada e quem sabe ainda esse ano não sai a minha primeira tatuagem, né?!

9 comentários:

  1. Show, farei a minha esse ano.. Também tenho muitaaaa vontade de fazer.

    ResponderExcluir
  2. Show! Hoje em dia, a maioria das tatuagens saem quase que por completo.
    Tenho uma bem miudinha que ate esqueço que tenho e quero mais duas, um pouco maiores. Esse é meu medo sabe... Pq todas tem um significado.. Mas sei lá, é maior...
    Enfim, minha ideia, que talvez seja uma boa alternativa pra vc tbm, é fazer em lugares que vc não vai ver sempre.

    ResponderExcluir
  3. Querida Mariana!
    Excelente esse post sobre remoção de tatuagem!
    Como médica e cirurgiã plástica, gostaria de tecer alguns comentários sobre o assunto, que só nós como profissionais temos vivência!
    Realmente a tecnologia avançou muito no tratamento de tatuagem, porém o processo não é indolor mesmo, devido ao mecanismo de ação do mesmo. Como o aparelho baseia-se na absorção da luz, essa energia é transformada em calor que mata as células pigmentadas pela tatuagem. E a dissipação desse calor é que provoca a dor!
    O tratamento é mais eficaz para tatuagens de cor preta e azul. Amarelo e vermelho são as mais difíceis de serem totalmente removidas! Mas aqui vai um alerta: muito cuidado ao escolher o local do procedimento. Todo tratamento a laser deve ser feito ou acompanhado por um médico, uma vez que esse é o único profissional habitado para qualquer tratamento a laser. Falo isso pois a energia aplicada tem que ser bem dosada, ja que a quantidade de pigmento na tatuagem influencia na quantidade de energia (calor) liberada. Para ficar mais claro, quanto mais escura e mais pigmento a tatuagem tiver, maior será a absorção de energia do laser e maior será a liberação de calor. Assim, nestas tatuagens, o tratamento deve começar com baixa energia para evitar uma complicação muito comum que é a queimadura. Já atendi alguns pacientes com queimadura de II para III grau e que não sabiam nem a quem recorrer!
    Procurem sempre um local com um médico responsável para um tratamento mais seguro e tranquilidade em caso de complicações.
    Estou à disposição para esclarecer qualquer dúvida!
    Um abraço a todos!!!

    ResponderExcluir
  4. Isso realmente é mto interessante de saber muitas pessoas decidem por fazer uma tatuagem no extinto e depois se arrependem e não gostam de conviver com o que fez.

    ResponderExcluir
  5. Sou apaixonada por tatuagens, porém, minha mãe tem um certo preconceito com isso, Agr com essa técnica, fica bem mais fácil fazer hahaha

    ResponderExcluir
  6. Eu sempre gostei de tatuagens , acho lindo , porém eu moro com meus avós e meu avô sempre foi contra . So que um dia minha Vó apareceu com duas , ela ficava usando uma faixa por cima e escondendo pro meu avô não ver kkkk só que não teve jeito , eu acabei vendo e briguei com ela porque se eu não podia ela também não haha depois disso meu primeiro passo foi colocar piercings (tenho dois) coisa que eu também amo !! Agora que sou maior de idade pretendo fazer a minha primeira tatuagem, e como não preciso de permissão vou fazer esse ano mesmo. Adorei a matéria , bom saber que hoje em dia não tem aquele negócio "ah se você não gostar , já era" hahaha

    ResponderExcluir
  7. Ótima matéria Mari!! Também amo tatuagens. O único motivo de só ter feito uma até hj é o preconceito q ainda existe!! 😘😘

    ResponderExcluir
  8. Ótima matéria Mari!! O único motivo de só ter feito uma até hj é o preconceito q ainda existe. 😘😘

    ResponderExcluir
  9. Ótima matéria Mari! Muito bom saber, pois quero muito fazer uma tatoo, mas tenho medo de me arrepender. Show! Por isso adoroooo esse blog. Parabéns!!! Bjao 👏👏👏👏

    ResponderExcluir